• Eraldo Pieroni

Infante Don Henrique - o Pioneirismo Português


Sim, foi o Infante Dom Henrique, que em 1415, ao invadir a Cidade de Ceuta, ao Norte do Atual Marrocos, principiou o Pioneirismo Português na Expansão Marítima.



Ceuta era uma cidade comercial bem na Ponta do Atual Marrocos.

Ouro da Região da Costa da Guiné e do Marfim, das regiões de Tumbuctu, Gana e Oaden chegavam até Ceuta.


Ceuta também recebia as mercadorias provindas da Índia, do Egito, da China, Japão e de diversas outras regiões distanciadas da Europa.


O Império Muçulmano controlava praticamente o comércio desde a Península Arábica até a Parte conquistada dentro da Península Ibérica.




O Infante Don Henrique era o quinto filho do Rei D. João I de Portugal.

D. João de Avis, em 1385, comandou a Revolução de Avis, onde retirou a Realeza Absolutista e Latifundiária do poder de Portugal. Uniu o Norte com o Sul lusitano e favoreceu a burguesia (comerciantes, mercadores e artesãos).


Como pode ver no mapa acima, Portugal fica bem na rota marítima de Ceuta para o Norte da Europa, região da Inglaterra e dos Países Baixos e dos Países Nórdicos.



Aqui temos um Mapa demonstrando todo o Expansionismo Naval Português, desde 1402, quando conquistaram as Ilhas Canárias, até 1521 e 1522 na viagem de Circum-Navegação de Fernão de Magalhães, terminada por Sebastião del Cano. Magalhães morreu numa emboscada nas Filipinas em 1521 e foi devorado pelos nativos Canibais.



O Triunfo de Don Henrique em 1415 sob a tomada de Ceuta foi um fracasso.


Os Comerciantes acostumados à Tolerância Religiosa e Política dos Muçulmanos deixaram de levar seus produtos até Ceuta.


O Infante Don Henrique percebeu que os Portugueses, por sua Posição Geopolítica favorável, na cara do Oceano Atlântico, deveriam investir na Expansão Marítima.


Por volta de 1443, 1444, Don Henrique fundou a Fortaleza de Sagres, na Região de Algarves, ao extremo sul de Portugal.


Criou a ESCOLA DE SAGRES: Nesta Escola reuniu sábios do mundo inteiro, desenvolvendo a Ciência da Cartografia, medindo longitude, latitude; sábios da Astronomia, da Matemática, mestres artesãos construtores de navios.


Estudou a Rosa dos Ventos, a Bússola e o Astrolábio.



Com um transferidor de 380 Graus, observando a Estrela do Norte : Ursa, os marinheiros conseguiam "medir" a distância que se encontravam + Horizonte - 180graus sob o mar com a Estrela Ursa (Hemisfério Norte). Existe um ângulo. Medindo este Ângulo você consegue calcular as distâncias.


Várias expedições feitas pelas embarcações pelo Oceano Atlântico, às costas da África, os portugueses foram traçando cálculos das distâncias, matematicamente calculados e registrados em mapas (cartografia).





O Infante Dom Henrique, construiu em Sagres a Caravela, um navio com 25 metros de comprimento por 7 ou 7,5 de largura.


Um navio capaz de navegar por águas profundas e nas costas Africanas e Asiáticas, como também grande o suficiente para carregar mercadorias.


Assim, encerrando este texto aperitivo para o POdcast abaixo indicado, recomento também a Leitura do Texto :

O Pioneirismo Português DANIEL J
. BOORST
Download BOORST • 1.94MB

Do Livro: Os Descobridores: De como o HOmem Procurou Conhecer-se a Si Mesmo e ao Mundo, de Daniel J. Boorstin, Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 2ª Edição, pp. 151 a 158.


Texto este que está no Podcast



Agradeço pela Atenção e pela Leitura


Eraldo Pieroni

Posts recentes

Ver tudo