• Eraldo Pieroni

A Pré-História: 40.000 anos atrás

Atualizado: Mar 23


Há 40 mil anos, o Homem de Neanderthal convivia com o Homo Sapiens Sapiens, lá no Período Pleistoceno. "Ayla, a Filha das Carvernas", famoso livro de Jean M. Auel demonstra isto. Observem a Ilustração abaixo, para compreenderem até mesmo o estudo deste livro:



Este Vídeo por mim Produzido Estréia na Quarta-feira, dia 19/02/2020 às 06h:00m. Faz parte da Trilogia sobre o HOMEM DE NEANDERTAL - NO PROJETO LITERATURA COM HISTÓRIA. Curta o Vídeo, Se Inscreva no CANAL, de seu GOSTEI, COMENTÁRIO E COMPARTILHE.


De Sugestões sobre o que gostaria que trabalhasse com Literatura e História


Leia esta Blog até o Fim e Se prepare para o Vídeo, com os Livros que Deixo Disponível.

Basta Clicar na Capa de Cada Livro e Tenha Acesso às Obras


Há 40 mil anos, o Homem de Neanderthal convivia com o Homo Sapiens Sapiens, lá no Período Pleistoceno. "Ayla, a Filha das Carvernas", famoso livro de Jean M. Auel demonstra isto. Observem a Ilustração abaixo, para compreenderem até mesmo o estudo dos Três Livros abaixo Indicados por Mim.



Reconstrução do Homo sapiens sapiens de 40.000 anos.

#Pré-História

Ilustração de: https://www.significados.com.br/homem-de-neandertal/


Homem de Neanderthal: Reconstrução em Tamanho Natural - Museu na Alemanha


Este Livro é de Fácil Leitura e Explica Cientificamente A História da Humanidade. Clique nele o abaixe em PDF. Compare o Evolucionismo com o Criacionismo. Boa Leitura.

Este é o Livro Base para a TRILOGIA DE VÍDEOS Sobre o HOMEM DE NEANDERTAL: HISTÓRIA COM LITERATURA - Uma menininha Homo sapiens é resgatada após um terremoto por um Clã de Neandertais, há 25 mil anos, mais ou menos. Clique na Capa do Livro e o Obtenha.

Clique na Capa do Livro e Obtenha a Obra


Em 1912, o Famoso Escritor de Sherlock Holmes, Sir Arthur Connan Doyle, escreveu este amalucado Romance sobre Uma Expedição que Sai da Inglaterra e Vai ao Amazonas, em busca do ELO PERDIDO entre o Macaco e o Homem. é uma ironia ao Descobrimento do HOMEM DE PILTDOWN, em Sussex, Inglaterra no mesmo ano, onde Charles Dawson, descobriu numa mina de Cascalho em Piltdown fósseis de uma suposta espécie desconhecida de Homem Primitivo. O Cránio era muito parecido com o do Homo sapíens sapiens e o Maxiliar, com o de um Símio. Somente em 1953, com o Avanço da Ciência, descobriram que Dawson montou uma fraude: Simplesmente desgastou os ossos com produtos químicos e uma lima. Mas, para o início do Século XX, a INGLATERRA, que dominava quase o mundo inteiro com suas Colônias e Economia, queria provar que o ELO PERDIDO tinha surgido em seu Território e NÃO na França e na Alemanha, outras duas Potências Mundiais da Época.


Um Grande Abraço de Eraldo Pieroni

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now